sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

sobre amamentação...

é difícil, muito.
dói, na carne e na alma.

mas mesmo assim, estou persistindo há quase um mês, sei que é para o nosso bem.
não tivemos nossa hora de ouro e nem a mamada na primeira hora de vida, o que me deixou bastante depressiva, talvez por isso eu tenha insistido tanto em amamentar no peito exclusivamente.
mas isso cansa, muito.

já usei bomba para retirar o leite e oferecê-la no copo, mas confesso que no desespero de alimentá-la e cessar o choro, usei a mamadeira, umas três vezes, que foram suficientes para que ela se irritasse quando voltou a pegar o peito.

leite complementar? ofereci sim, uma vez, já que ela mesmo mamando continuava a chorar incontrolavelmente e eu simplesmente não sabia mais o que fazer.

ela quase não dorme, diferente de outros recém-nascidos que escuto falar.
ela quando não está no peito, está aos prantos. descobri que muito deste choro são as cólicas, os gases.
aprendi a abstrair o choro, ofereço peito, embalo, entrego pro pai ou pra avó.

já tomei litros de chá de funcho, há mais de 25 dias que tomo, no mínimo, dois litros por dia.
ela usa colikids, prescrito pela pediatra desde o 7o dia de vida, e nada.
já parti para a funchicória em pó e confesso que não notei lá essas melhoras.

sim, tenho tentado ao máximo não oferecer mais nada além do meu próprio leite, mas tem horas que me questiono se isso vale realmente a pena, já que o choro dela é quase que incontrolável por horas seguidas... muitos de nós, eu mesma, não mamei exclusivamente no peito, tomei complemento e até hoje estou viva... certo que com algumas deficiências, e problemas que não sei se se relacionam com a questão do aleitamento, mas estou viva...

até onde conseguirei ir?
meu lema?
só por hoje... sómpor hoje eu não vou desistir, só por hoje eu não vou entregar os pontos, só por hoje eu vou continuar persistindo, só por hoje eu vou oferecer o peito...

Nenhum comentário: