segunda-feira, 17 de agosto de 2020

Pós Graduação

inventei uma pós em direito médico, hospitalar e saúde.

aí veio a pandemia, a legislação mudou e ela foi suspensa.

hoje, reformulada, estou assistindo a aula inaugural.

oremos! 

quinta-feira, 6 de agosto de 2020

Reconhecimento

Hoje faz uma semana que a Humaniza foi reconhecida nacionalmente: GANHAMOS o VIII Prêmio República 2020, promovido pela Associação Nacional dos Procuradores da República. Tivemos a honra de ter nosso trabalho avaliado e obtivemos êxito, pelo enfrentamento da violência obstétrica no estado do Amazonas.
Estamos ainda extasiadas de sermos a única ONG da região Norte que recebeu o prêmio e por estarmos tão longe do eixo central do país, somos muitas vezes invisibilizadas. E apesar das recentes e coordenadas tentativas de silenciamento às mulheres e ao trabalho do nosso Coletivo, renovamos nossas esperanças em um mundo sem violência para todas nós.
Agradecemos também imensamente as nossas parceiras de luta Dra Bruna Menezes, Procuradora Federal que acreditou em nosso trabalho, Dras Suelen Paes, Carol Souza e Pollyana Vieira, Defensoras do Estado do Amazonas, que lidam com as denúncias de Violência Obstétrica no judiciário, Dra Claudia Câmara, Promotora Estadual, atuante no enfrentamento da Violência Obstétrica, Luena Xerez, Alessandra Câmpelo e outras tantas pessoas que nos apóiam e dão visibilidade para esta importante causa. A vitória é de todas nós!
Enfatizamos que a Humaniza é um coletivo de mulheres que trabalham juntas e lutam dia a dia para que mulheres e bebês tenham atendimento digno e em conformidade com as normativas legais.
Diminuir violência obstétrica é diminuir morte materna e infantil, óbito fetal e sequelas graves permanentes em mulheres e bebês.

Gostou do post? Nos ajude:
Curtindo
Comentando
Compartilhando
E salvando para ler depois.
#humanizacoletivofeminista
#partohumanizado
#violenciaobstetrica

Prêmio da República

sábado, 1 de agosto de 2020

agosto, mês dedicado ao aleitamento materno

precisamos falar mais sobre aleitamento materno, benefícios e dificuldades.
precisamos parar de romantizar a amamentação, porque é difícil pra caralho amamentar. poucas são as que nunca sofreram.
amamentar dói,
amamentar cansa,
os peitos enchem demais,
vazam,
a gente passa o dia feito um zumbi de tão cansada,
a pega dificilmente é correta de início,
muitas mulheres ficam com o bico dos peitos rachados,
sangrando,
em carne viva;
algumas precisam entrar no antibiótico;
outras precisam de massagem e compressas geladas/mornas;
todo mundo se mete;
o discurso é de que o leite não sustenta.

PRECISAMOS ACREDITAR QUE SOMOS CAPAZES E QUE É POSSÍVEL SIM, MAS QUE É UMA BATALHA ÁRDUA AMAMENTAR.

amamentar é dedicação,
amamentar é ceder,
amamentar é ter rede de apoio.

amamentar é acreditar e persistir.

segunda-feira, 1 de junho de 2020

Que tempos!

@HumanizaColetivo
Em tempos difíceis pelo qual a humanidade passa, e em qualquer tempo, diante do avanço de políticas públicas racistas, discursos fascistas e gestos nazistas, calar-nos seria nos tornar cúmplices de toda a sorte de violência física, psicológica, etc. 

Não vamos nos calar, nem hoje, nem nunca. Estamos do lado certo da história e convidamos à todos e todas que acompanham o trabalho do nosso coletivo a se unir às milhares de vozes que seguem uníssonas na luta pela democracia, por um país mais digno e menos hipócrita.

sábado, 23 de maio de 2020

23.05.2020

nossa vida é composta de ciclos.
e hoje termina o meu ciclo à frente da Divisão de Compras e Locação na Secretaria Municipal de Educação. (na realidade essa decisão se consolidou em 21.05, mas só hoje houve a comunicação)
foi um período de aprendizagem,
foi um período de batalhas, por mim e por outros,
foi um período de desgaste, físico e emocional.
mas chegou ao fim,
fim.

sexta-feira, 20 de março de 2020

20.03.2020

meu último dia de trabalho na sede da secretaria, a partir da próxima semana a Divisão de Compras e Locação estará toda em teletrabalho, seja o que D'us quiser.