terça-feira, 22 de setembro de 2009

pensando alto

brasília é complicada e perfeitinha... que dá até raiva!

tudo ali é dividido por setor: setor de mansões, setor de motéis, setor de embaixadas...
tudo ali é muito igual: setor comercial, setor residencial, setor comercial, setor residencial... parece que estamos sempre no mesmo local!

é fácil se perder, mas também é mais fácil se achar!
há placas por todo lugar.
há números organizados e legíveis em todas as direções.

há radares também!
mas, apesar disto, o trânsito flui. e muito bem!
tem limite de velocidade que vai do 40 ao 80! e nem por isso o povo anda feito louco como em manaus.
as pessoas não buzinam, nunca!

as vagas são disputadas a tapa, valem ouro!
parar no eixo monumental é a coisa mais difícil que eu já vi.
estacionamentos cobram R$5,00 a hora, alguns, calma!
há manobristas em quase todo restaurante e bar, chique!

os restaurantes servem uma ótima e farta comida, mas também cobram de $ a $$$$!
vimos uma stella artois por R$13,00, absurdo!

os bares encerram as 2h e, com isto, por volta de 1h30 o garçom joga a conta em cima da mesa!
as pessoas são mal educadas sim. grosseiras um pouco!
conseguem atender pior que em manaus... palavra!




é assim, a passeio... adorei brasília!
será que eu moraria ali?
acho que sim!
e aliás, já quero voltar!

4 comentários:

Helen Fernanda disse...

Gostei dessa frase: Brasília é complicada e perfeitinha.

Eu não entendi a observação sobre R$ 5,00 a hora. Você achou caro?

Até mais!

naosenhor disse...

Já fui à Brasília 4 vezes, todas a trabalho.

É mesmo complicado pro visitante se localizar pelos códigos que são as ruas. Mas depois de acostumar fica bem mais simples que por nomes.

O povo não é muito receptivo e sem um carro à disposição é mesmo muito ruim essa divisão das zonas comerciais...

Helen Fernanda disse...

@naosenhor, eu sempre digo que Brasília foi feita para dois tipos de pessoas:

» as que têm carro.
» as que têm carona, nem que seja só até a estação de metrô.

Comparando com as capitais mais próximas, que são Goiânia e Belo Horizonte, o transporte público em Brasília é um lixo.

Há os corajosos que se aventuram de bicicleta e moto, mas a média de mortes de ciclistas e motociclistas é muito alta.

Quanto ao endereçamento das ruas, todo mundo acha estranho no começo porque é diferente de todo o Brasil. Só Palmas, que nasceu depois, tem o mesmo tipo de divisão. Se a pessoa tiver raciocínio lógico vai perceber que tudo está em sequência (númerica e/ou alfabética) e descobrir que não poderia ser mais simples.

Vale lembrar também que em muitas das largas avenidas de Brasília não é fácil encontrar transeuntes, então não é como em outras cidades do Brasil onde a gente acha os lugares perguntando a cada 100 metros, tem que raciocionar mesmo para não se perder.

FaNa disse...

sim, achei cara... a hora no estacionamento... custar R$5,00...
é certo que em sampa chega a custar uns R$17,00... algumas horas!!!
massss, caro demais mesmo assim!