segunda-feira, 20 de outubro de 2008

aborrecimento

fomos, eu e namorido, mais uma vez na loja da amazônia celular. a última. eu juro.

 

chegamos por volta de 10h30, a loja abre as 10h, horário do amazonas shopping.

 

aí que, pra variar, não tinha mais senha.

 

aí que, pra variar, a recepcionista não estava mais em seu posto. sumiu, tomou doril, ninguém sabe, ninguém viu.

 

aí que a loja estava lotada de pessoas insatisfeitas, inclusive nós.

 

aí que os guichês estavam lotados, parecia bingo.

 

aí que a gerente, pra variar, não estava na loja.

 

aí que ligamos pro procon que nos forneceu o número da fiscalização.

 

aí que no telefone da fiscalização do procon ninguém atende.

 

resultado: mais uma vez saimos sem atendimento e, com isto, fomos parar no procon.

 

no procon, outra frustração: a pauta está para fev/2009. e isto é só a conciliação. juro.

 

aí que nem pudemos formalizar a “denúncia/reclamação” porque precisamos de contrato com a amazônia celular, contrato do programa você (que ninguém tem, o programa é ativado via celular), precisamos dos protocolos e blá blá blá…

 

gente, com tanta burocracia, eu estou desistindo. até porque, daqui pra primeira audiência eu já terei perdido meus pontos e já poderei ter trocado de operadora mantendo o meu número, afinal a portabilidade começa em jan/2009, um mês antes da audiência de conciliação no procon.

 

que, diga-se, é só um órgão administrativo. com isto, o dano moral não será vislumbrado!

 

sabe, eu dou a minha cara a tapa. nossa justiça se arrasta, os órgãos que deveriam ajudar acabam obstaculizando o acesso à justiça. o cidadão é sempre pisoteado, quem dirá o consumidor, este tem menos direito.

2 comentários:

Jaime Ohana disse...

Aaaaaaaai!

Enfim, vc foi ter dor de cabeça em plena segunda feira!

FaNa disse...

nem me fale... isso ainda vai render...