domingo, 18 de janeiro de 2009

100 anos UFAM

neste sábado, 17/1/2009, a nossa completou 100 anos, a primeira instituição de ensino superior do Brasil!

 

ela era conhecida como a Escola Universitária Livre de Manaós, e foi “iniciada” por Eulálio Chaves!

 

e aí que neste sábado, teve solenidade de lançamento de selo e carimbo, placa do centenário e quadro de reitores. teve também homenagem aos professores e outras pessoas que muito colaboraram para a criação, manutenção e crescimento da instituição de ensino.

 

dentre os homenageados estava meu pai. quer dizer, deveria estar, porque ele viajou e eu fui, com o namorido, representando mi papá!

 

só que assim, estava marcado para começar as 19h… logo, as 18h20 nós estávamos lá, saí do salão direto pra lá, pois tinha medo de não ter onde estacionar, não sei seria fácil de achar e estava caindo uma chuvinha… ocorre que só começou as 20h, ou seja, 1 hora de atraso.

o auditório já estava lotado! tínhamos autoridades e algumas outras pessoas de nome.

 

um dos apresentadores parece que estava meio aéreo, se perdia na leitura (e olha que ele estava ali só pra fazer isto!), a coisa estava meio desorganizada, entende? (o que me faz pensar ainda mais: COISAS DE UFAM, sorry!)

a cerimonialista anotou e passou pros apresentadores o nome do meu pai de qualquer jeito, ela sequer conferiu… e não anotou que eu era filha dele (com isto, o apresentador disse: …aqui representado pela senhora… ao invés de dizer: …aqui representado por sua filha, a senhorita…)

não viram quem faltou e aí os apresentadores chamavam e a pessoa não aparecia… enfim, desorganizado!

 

só sei dizer que quando fui receber a medalha “do mérito universitário” o reitor teceu elogios mil a meu pai e pediu que eu transmitisse! :D fiquei toda boba!

 

massss… assim, estávamos no meio da solenidade e já eram 22h!

 

ainda tinha: descerramento de placas (do centenário da ufam e do autor do projeto de criação da mesma), inaguração da galeria dos reitores, apresentação da escola de samba do coroado (que este ano tem o centenário da UFAM em seu enredo) e coquetel.

 

eu, definitivamente, estava pra mór-rer de dor de cabeça. pedi pro tinenem: vamos pra casa, minha cabeça está pra explodir!

 

e fomos embora. mas antes, o meu tinenem pediu ao garçom um copo de suco, já que eles já estava todos prontos e eu precisava de algo, estava só com o almoço…

 

sabe qual a resposta do garçom? – eles [os sucos] ainda não estão sendo servidos!

 

ok, fomos embora!

 

viemos direto pra casa, tomei remédio e meio copo de água de côco, foi como deu uma aliviada.

 

e, em seguida, fomos comer algo ali no ABRUZZO, que eu definitivamente não gostei. só tem tamanho e a comida vou te contar…

 

pedimos um macarrão com peixe. é, tudo lá é assim, macarrão com peixe, macarrão com carne, macarrão com frango, macarrão com camarão… e nem tem essas variedades todas, pode tirar o seu cavalo da chuva.

 

e tem mais, não vi nada de grelhado, o no peixe, além de vir dois filézinhos minúsculos, veio super fritado e nada de grelhado! sem contar que pareciam aquecidos no micro de tão duros que estavam.

 

a bruschetta que pedimos, nunca vi ser servida assim… veio uma porção de torrada com gordura e orégano e uma cumbuquinha com tomates cortados, manjericão e queijo ralado, super complicado de tirar, porque eles nos deram uma éspecie de mini-faca de peixe, ao invés de colher e garfo.

 

e tem mais, a bruschetta saiu a R$15,00 e o prato propriamente dito a R$17,50… #comopode?

 

assim, não me convidem para comer ali. quem sabe umas heinekens, que eu vi que eles servem, com uns petiscos… quem sabe!

 

 

Links: ; , .

2 comentários:

Chrys Braga disse...

Meninaaaaa, Fana, também fui lá. Uns dois dias depois que inaugurou. Chamei meu chefe e disse que tinha inaugurado um restaurante super transado. Aí fui com minha amiga, esposa dele, na frente e esperamos por ele. Pedimos os pratos para adiantar. Pra nossa surpresa, cinco minutos depois chegaram os pratos, antes da tal Bruschetta fajuta, seeeca. Prato requentado em microondas. Qd fui ainda era pior, pq só tinha cervejas da Kaiser. Horrifi!! Só valeu a pena pela Cartola. Como o estabelecimento é dos mesmos donos do Baba Gula, sugeri que eles voltem a vender crepe.

FaNa disse...

siiimmm, notei que a budega é dos donos do baba...

num pretendo voltar ali, a nonser que seja pra beber heineken! :D

e outra, ouvi dizer que a única coisa que presta ali são os "profiteroles"... :P

maaaaaaas, não perderei meu tempo com doces, quase não os como mesmo!