segunda-feira, 7 de abril de 2008

Atrocidade, precisamos impedir.

em andanças pelo mundo dos blogs, caí neste blog e li um post que muito me chocou... transcrevo aqui no maior estilo copy&paste:

"No ano de 2007, Guillermo Vargas Habacuc, um suposto artista, pegou um cão abandonado na rua prendeu-o em uma corda curtíssima na parede de uma galeria de arte e deixou o pobre animal ali para que morresse lentamente de fome e sede:



Durante vários dias, tanto o autor de semelhante crueldade assim como os visitantes da galeria de arte presenciaram impassíveis a agonia do pobre animal:



Até que finalmente o pobre animal morreu de inanição, certamente após ter passado por um doloroso, absurdo e incompreensível calvário:




Acha isso crueldade?

Isso não é tudo: A prestigiosa Bienal Centroamericana de Arte decidiu, incomprensivelmente , que o ato que acabava de cometer este sujeito era 'ARTE',
e deste modo tão incompreensível, Guillermo Vargas Habacuc foi convidado a repetir sua cruel ação na dita Bienal em 2008.
"

Vamos impedir, basta clicar aqui! Tente!

eu não me conformo como é que existem pessoas capazes de fazer uma coisa desse tipo...
meu D´us, isso é arte?
esta pessoa é boa do juízo?
as pessoas que ali passavam não eram capazes de impedir tal atrocidade?
eu não me conformo, eu não me conformo...

:(

4 comentários:

Morgana disse...

CREDO! AINDA NÃO ACREDITO QUE ISSO POSSA SER VERDADE!

CADÊ AQUELE POVO DE PROTEÇÃO AOS BICHINHOS?

FaNa disse...

pois é, amiga... pois é...
qdo vi, quase piro... :(

david santos disse...

A abantesma que fez isso a esse ser chamado cão, pode ser tudo, menos um artista!
O cão sim, é um ser.
O outro, que nem nome merece, é uma abantesma.

Abraços.

FaNa disse...

pois david, eu não acredito que pessoas façam isso... não pessoas..

obrigada pela visita, retribuirei em breve!